terça-feira, 7 de abril de 2009

Coisas que a Bíblia não diz (Pr. Antônio Gilberto) - II Parte

No mês passado postei a primeira parte desta matéria. Aí vai o restante dela. Leia e fique atento para não cometer estes equívocos.

16. Que eram dez os talentos, na Parábola dos Talentos, em Mt. 25.14-30.
O homem da parábola distribuiu oito talentos. Por ocasião do acerto de contas entre o dono da terra e seus servos, há menção de 15 talentos, por causa do rendimento. Nada de dez talentos...

17. Que Jesus na sua caminhada para o Calvário, caiu sob o peso da cruz.
A Bíblia não fala isto; é mais influência da tradição romanista. Jesus pode até ter caído, exausto como estava, e sangrando pelo açoitamento e pela coroa de espinhos, mas a Bíblia não declara.Ver Mt 27.31-33; Mc 15.20-22; Lc 23.26-33; Jo 19.16-18; Hb 12.2; I Pe 2.24.

18. Que Paulo caiu do seu cavalo ao chão quando Jesus lhe apareceu no caminho, perto de Damasco.
As referências bíblicas pertinentes não falam nada disso: At 9.1-8; 22.5-11; 26.12-16. Paulo e sua comitiva devem ter viajado em carruagem de tração animal, como era comum na época. A culpa deste erro cabe também aos pintores, desenhistas e escultores, que mostram tal cena em suas obras, inclusive artistas famosos, mas equivocados. É também o caso do número 3 já exposto, em que os pintores mostram um anjo brandindo uma espada na mão, quando aquela revolvia-se sozinha, por um ato de Deus.

19. Que em I Co 7.20,24 a Bíblia ensina que o crente deve manter-se na ocupação em que se encontrava quando aceitou a Cristo.
A Bíblia está falando aí, do crente como cidadão do Estado, perante as leis da sua nação (ver o v. 21); que ele deve continuar, dentro do possível, no estado ou condição social em que se encontrava no momento da sua conversão, mas que surgindo uma oportunidade propícia, ele deve aproveitar para melhorar a sua condição como cidadão.

20. Que I Co 15.29 dá a entender que os Cristãos de Corinto praticavam o batismo pelos mortos.
Não. A Bíblia não está sancionando aqui esse batismo herético praticado por uma facção anticristã de Corinto. Paulo está mostrando aqui, pelo Espírito Santo, a incoerência deles. Se não criam na ressurreição dos mortos (I Co 15.12), para quê batizar os vivos para salvar os mortos? Era uma aberração da parte deles!

21. Que em II Co 3.6 a “letra”, isto é, o saber, a cultura, mata. Querem dizer com isso que a cultura em geral é destrutiva
Ora, em II Co 3.6, “letra” refere-se à dispensação da Lei Mosaica. Nada tem a ver com saber, o conhecimento, a educação acadêmica. É bastante ver o v. 7.

22. Que, segundo Fl 3.8, a sabedoria humana é comparada a esterco.
A referência de Fl 3.8 trata da linhagem judaica e dos privilégios de Paulo, considerados em relação à sublimidade de Cristo e às bênçãos do evangelho. Ver Fl 3.4-6.

23. Que em Ap 21.9,10, a “esposa do Cordeiro” é a igreja.
Ora, trata-se aí da cidade celestial – a Nova Jerusalém de Deus. É só examinar cuidadosamente os capítulos 21 e 22 de Apocalipse.

24. Que o dinheiro é a raiz de todos os males.
Bíblia nenhuma contém essa afirmação. A única coisa que a Bíblia diz, parecida com isso é que “o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males”, em I Tm 6.10.

25. Que a Bíblia diz: “Dá um passo para mim, e eu darei dois para ti”.
Estas palavras são muito agradáveis, mas não são da Bíblia; esta, apenas diz: “Chegai-vos e ele se chegará a vós” (Tg 4.8)

26. Que devemos orar sempre de olhos fechados.
A Bíblia não declara isso; entretanto é uma necessária e sábia atitude do crente ao orar. Orar de olhos fechados é algo automático para o crente, mas não que seja obrigatório. Em determinadas situações você precisa orar e vigiar de olhos bem abertos.

27. Que o “selo da promessa” é o batismo com o Espírito Santo, conforme Ef 1.13,14; 4.30; II Co 1.22.
Muitas outras passagens da Bíblia tratam do batismo como Espírito Santo, com a evidência física do falar noutras línguas pelo Espírito Santo, mas as passagens acima, não. Elas falam da habitação do Espírito Santo nos salvos, como nossa segurança de que somos propriedade de Deus, e como garantia da nossa herança celestial, da qual Deus já nos deu o penhor, que é o Espírito Santo habitando em nós. O estudante precisa saber aqui, o que era o selo então, como era usado, e para quê era usado. É de grande ajuda aqui, o estudante examinar todas as passagens da Bíblia que tratam de selo.

28. Que Ap 19.9 trata das bodas do Cordeiro.
Ap 19.9 trata da ceia das bodas do Cordeiro. As bodas mesmo, estão no versículo 7.

29. Que no Milênio de Cristo sobre a terra, não haverá noite.
Não haverá noite na nova terra após o milênio, quando Deus fizer novas todas as coisas (Ap 21.25; 22.5). O milênio não é os novos céus e a nova terra.


É preciso, pois, muito cuidado e atenção com o que a Bíblia fala, diz e afirma; do contrário, vamos falar, dizer e afirmar o que ela não diz.

2 comentários: